Comentários

Fevereiro/2012

02/02/2012 - Luciana Rebeschini - São Paulo - SP

Professor Daniel, boa tarde. Sou aluna no curso presencial LFG. O senhor estava explicando sobre citação/oficial de justiça e lembrei da questão que caiu na magistratura federal e fiquei de lhe enviar. "Não é possível que o oficial de Justiça da comarca vizinha e contígua proceda à penhora e depósito de bem em comarca diferente da sua. Tal afirmação diz respeito ao princípio da Jurisdição denominado a) indelegabilidade (questão correta) b) territorialidade c) inevitabilidade d) juiz natural e) investidura Fiquei entre as 02 primeiras e acabei respondendo territorialidade :)... Obrigada pela aula ótima que o senhor ministrou. Att. Luciana

Olá Luciana, tudo bem? Conforme conversamos em sala de aula hoje, muito estranho esse gabarito. O oficial de justiça nunca teve competência para realizar a penhora mencionada na questão, então como poderia delegar tal competência? Muito estranho...

Abraço

Daniel

 


 

02/02/2012 - Renato - Araçatuba - SP

Bom dia, Gostaria de saber se já existe previsão de publicação da edição 2012 do Manual de Direito Proc. Civil - volume único - do Prof. Daniel Amorim. Grato pela atenção.

Olá Renato, tudo bem? Acabou de sair a 4ª edição (2012).

Abraço

Daniel

 


 

02/02/2012 - Hemmanoel Bezerra - Fortaleza - CE

Professor, onde está o resto do Material do Curso Praetorium? Faço Praetorium On line.

Olá Hemmanoel, tudo bem? Como assim?

Abraço

Daniel

 


 

01/02/2012 - Gustavo Bittencourt - João Pessoa - PB

Professor, eu não tenho Facebook e por isso não estou conseguindo ter acesso ao artigo do senhor que fala sobre intimação do art.475-J e reu revel. Li uma decisão do STJ (REsp 1241749/SP) que dizia que o réu revel citado pessoalmente e não tendo constitído advogado, não será intimado para o cumprimento de sentença. Pergunto: procede esse entendimento? E mais, correria o prazo de 15 dias do trânsito em julgado, após o que aplicar-se-ia a multa de 10%? Obrigado

Olá Gustavo, tudo bem? Esse tema está uma bagunça... No Informativo 429 a 3ª Turma decidiu pela intimação pessoal. No informativo 480 pela intimação na pessoa do curador especial. E no Informativo 485 pela dispensa da intimação... Aguardemos as cenas do próximo capítulo (rsrsrs).

Abraço

Daniel

 


 

01/02/2012 - José Borges - Nova Prata - RS

Professor Daniel, sou seu aluno do Praetorium. É válida sentença que, em ação reinvindicatória de imóvel em copropriedade "pro indiviso", julga improcedente o pedido em demanda ajuizada por somente um dos proprietários?

Olá José, tudo bem? Parce que teria sido mais adequado extinguir o processo sem resolução de mérito por ausência de litisconsorte necessário.

Abraço

Daniel

 


 

Janeiro/2012

31/01/2012 - Flavia Nogueira - Rio de janeiro - RJ

Ola professor, fui eu quem ganhei o seu livro na aula ministrada no curso forum, no dia 14 de janeiro, sabado. Obrigada, Flavia.

Olá Flávia, estarei no Curso Forum na semana que vem na terça e quarta pela manhã.

Abraço

Daniel

 


 

31/01/2012 - Raquel Elias Sanches - Brasilia - DF

Gostaria de saber se haverá algum curso on-line mais atualizado do professor Daniel Assumpção referente à matéria de recursos. Grata

Olá Rachel, tudo bem? Em 08/05 passo a ministrar curso on line no www.cursoforumtv.com. Aulas ao vivo e disponiveis depois da aula ser ministrada.

Abraço

Daniel

 


 

31/01/2012 - Rodrigo - São Gonçalo - RJ

Professor, quando o senhor pretende ministrar um módulo de recursos completo (teoria geral + recursos em espécie) no curso forum? Abraço!

Olá Rodrigo, tudo bem? O módulo completo de recursos tem inicio previsto para o dia 08/05.

Abraço

Daniel

 


 

31/01/2012 - Patrícia - Guarulhos - SP

Professor, em "minhas opiniões" escrita, estou tentando abrir a opinião nº 8 de 2010,mas abre a de nº 7. E quando tento abrir esta a página fica em branco. Só para informar. Atenciosamente,

Olá Patrícia, tudo bem? Valeu pela informação. Vou dar uma olhada.

Abraço

Daniel

 


 

30/01/2012 - Patrícia - Guarulhos - SP

Professor, no caso do art. 475-P, I,CPC. Execução no 1º grau através de Carta de ordem. Havendo necessidade de decisão de mérito, onde eu protocolaria essa petição que requerer decisão de mérito?

Olá Patrícia, tudo bem? Nesse caso a carta de ordem mantém os autos principais no tribunal, de forma que será possível protocolar lá mesmo o pedido. Mas reconheço que será estranha essa petição solta em autos nos quais não está se desenvolvendo o procedimento executivo. Dessa forma, acredito ser mais prudente protocolar na propria carta de ordem requerendo a seu retorno ao tribunal.

Abraço

Daniel

 


 

Acompanhe nas redes sociais